Olá! Sou a Nathália Ferreira. Criei esse blog para mostrar um pouco do que gosto, como: fotografia, decoração, filmes, livros, seriados, músicas e várias outras coisas que vocês verão com o tempo. Futura designer de interiores e/ou fotógrafa. SEJAM TODOS BEM - VINDOS.

Facebook

Pesquisar

Instagram

Veja Também!



Venham me visitar!

Primeiramente: eu comecei a escrever este texto sábado, meia noite e meia, porque estava mega empolgada com a minha estréia no blog. Vou assinar o texto ali embaixo, mas, ó, meu nome é Mayara e este será o primeiro de muitos artigos sobre viagens que eu pretendo publicar aqui.

Para quem não leu minha apresentação, eu me divido entre três cidades: São Paulo, Mongaguá e Paraguaçu Paulista. Hoje, resolvi escolher uma das minhas cidades para ilustrar o post: Mongaguá, SP. (Prometo que também vou falar de lugares que todo mundo quer conhecer, tá?! hehe)

Dizem que Mongaguá tem 40 mil habitantes, mas eu acho que é mentira. É uma cidade pequena, entre a Praia Grande e Itanhaém. Minha mãe está fazendo nossa mudança para lá enquanto eu escrevo e acho que é um dos motivos para eu estar empolgada a ponto de escrever sobre ela. Sempre fui à Mongaguá, sempre gostei de cidades pequenas (nunca muito de praias, ainda bem que a casa fica um tantinho longe do mar), nunca me importei em pesquisar os atrativos da cidade. Certamente não é só a praia. Lembro de fazer muitas compras na feirinha quando ia com o meu pai, mas, pesquisando, descobri muitos lugares incríveis lá mesmo e também a história deles.

Escolhi três lugares que me chamaram muito a atenção para mostrar pra vocês:

1 - Belvedere

Foto: Prefeitura de Mongaguá
Gente, olha essa vista! O Belvedere é uma torre de transmissão de emissoras de tevê e fica localizado na Padre Manoel de Nóbrega, sentido Peruíbe. Turistas podem subir no mirante para terem uma vista panorâmica da cidade. Mais ou menos como o nosso Prédio do Banespa, na São Bento, em São Paulo, sabe? Uma versão mini dele.

2 - Parque Ecológico

Foto: Prefeitura de Mongaguá
O Parque Ecológico, muito bem cuidado, por sinal, tem viveiro, serpentário e aquário, além de trilhas, mostruário de pedras e lagos artificiais. Ele está localizado na Av Gov. Mário Covas Jr. e funciona de terça a domingo. O valor da entrada é 3 reais! Gente, olha essa notícia, do ano passado, pra vocês morrerem de amores: aqui!


3 - Poço das Antas

Foto: Prefeitura de Mongaguá
Posso construir uma casinha no meio desse lugar, por favor, governador? Ele abre todos os dias da semana e a entrada é só 2 reais! Você também pode entrar de carro, pagando 10. Eles têm algumas proibições: não é permitido pescar, jogar futebol, animais domésticos, colocar redes nas árvores, entre outros detalhes. Tudo para preservar o lugar mais lindo de Mongaguá. Ele fica na Rua das Cascatas e vale muito a pena. Ele tem cascatas d'água que formam piscinas naturais, uma trilha até o topo das cachoeiras, locais para pique nique, lanchonetes e muito, muito verde.

Estes foram três lugares que me chamaram a atenção, de primeira. As feirinhas de Artes são sempre um must-see pra quem viaja para qualquer praia, vale ressaltar. Ia fazer um tópico sobre a Plataforma, reformada e reinaugurada recentemente, mas não tenho tantas informações sobre ela quanto eu queria.

Mongaguá também está envolvida nos protestos, com foco na melhoria da cidade. O primeiro reuniu 300 (trezentas, gente) pessoas e foi considerado um sucesso. Entenderam porquê eu disse que 40 mil habitantes é balela?!

Mayara Sousa tem 19 anos, estuda Jornalismo na faculdade e música nas horas vagas. Amante da natureza e de lugares exóticos, escreve sobre Turismo para o Improvisada, prosas poéticas em seu blog pessoal e um monte de besteiras no Twitter.

2 comentários:

  1. Adoreei o blog!

    seguindo segue de volta?

    bjss
    The Teen Guide

    www.theteenguide.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria Eduarda! :) Que bom que gostou. Vou dar uma conferida no seu blog! Beijão!

      Excluir